Record não quer mais briga com nenhuma emissora

segunda-feira, 22 de julho de 2013


Na Record, agora, com a chegada de Marcelo Silva como novo vice-artístico e de programação, se observa que as coisas começaram a funcionar de maneira diferente, inclusive através de ordens que em nada se assemelham das que existiam nos tempos de Honorilton Gonçalves.

As brigas ou rusgas com empresas e concorrentes mais próximas, que sempre foram uma característica da gestão anterior, estão suspensas. Em nenhuma hipótese será aceito qualquer tipo de estranhamento ou provocação, o que, traduzindo de maneira clara, significa que a Record não quer mais briga com ninguém. Existem determinações sobre isto e de voltar todas as atenções, única e exclusivamente, às necessidades da própria casa.

Como medidas práticas, hoje, na Record, se tem como prioridade planejar 2014, a partir de algumas mudanças que devem acontecer ainda no decorrer deste 2013, especialmente na grade de programação. Já para o começo de agosto se pretende anunciar essas novidades.

Em cima disso...

Informa-se agora que a passagem de bastão de Honorilton Gonçalves para Marcelo Silva, na Record, foi bastante tranquila e sem maiores sobressaltos. Os dois, inclusive, depois disso voltaram a se falar algumas vezes, para esclarecer dúvidas sobre problemas pendentes.

Da Coluna do Flávio Ricco | Imagem: Internet

0 comentários:

Postar um comentário

leia também