Dono do formato veta ‘The Voice’ com celebridades na Globo

sexta-feira, 12 de outubro de 2012


Dona do formato do The Voice, a empresa holandesa Talpa inviabilizou uma disputa entre celebridades na versão brasileira do reality show, produzida pela Globo.´

Consultada, a empresa criou dificuldades. Seus executivos disseram que somente John De Mol, dono da Talpa, poderia decidir sobre o assunto, uma vez que a "brincadeira" interferiria no formato original.

Conhecido por ter criado Big Brother e a Endemol, John De Mol tem uma agenda difícil. Nesta semana, ele esteve em Cannes, na França, acompanhando uma feira de televisão. A Globo não conseguiu marcar uma reunião com ele.

Diretor de núcleo responsável por The Voice, J.B. Oliveira, o Boninho, pretendia realizar uma disputa entre famosos nos moldes da primeira fase do reality show. Esportistas e atores se apresentariam no palco, com os técnicos de costas. O material seria exibido na segunda fase do programa, a de batalhas entre os quatro técnicos, no ar a partir do dia 21.

Como as gravações das batalhas começam segunda-feira (15), a Globo optou por não correr o risco de mobilizar famosos e depois não poder exibir o material.

Os atores Carolina Dieckmann e Paulo Vilhena já tinham aceitado participar da competição, ao lado do piloto Rubens Barrichello e do ex-judoca Flavio Canto. Neymar também queria cantar, mas dependia de sua agenda.

Do blog do Daniel Castro | Imagem: TV Globo

0 comentários:

Postar um comentário

leia também