Após 20 meses do acidente, Shaolin se comunica pela primeira vez

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Com auxílio de aparelho, Shaolin se comunica pela primeira vez com a família

Pela primeira vez desde o acidente, Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, pôde se comunicar com seus familiares e amigos. Nesta segunda-feira (3), com o auxílio de um aparelho de tecnologia sueca, ele respondeu perguntas e demonstrou estar ciente do que se passa ao seu redor.

"Estamos muito felizes, pois foi possível confirmar que aquilo que já entendíamos como uma certa consciência dele é, de fato, sinal de que ele está entendendo e acompanhando tudo, só não é capaz ainda de responder com movimentos ou fala", contou por telefone ao NE10 Paraíba o empresário e cunhado de Shaolin, Ricardo Santos.

O equipamento foi trazido pela modelo e apresentadora de TV Ana Hickmann, que veio à Paraíba nesta segunda para gravar com Shaolin uma matéria para seu novo programa, que estreia no dia 10 de setembro na Record. O aparelho, “Tobii”, foi produzido na Suécia e é usado por pessoas no mundo inteiro que vivem em estado de coma. Ele ajuda na evolução do processo de comunicação.

Durante o teste do aparelho, realizado ontem, Shaolin respondeu perguntas feitas pela apresentadora e também pelos médicos que acompanham o humorista em Campina Grande. Para a família, a tecnologia dará novo gás ao tratamento, facilitando o processo daqui pra frente. "Ele vem evoluindo bastante, respondendo bem aos tratamentos. Não é uma mudança brusca, mas bastante perceptível pra quem o acompanha todos os dias", disse ainda o cunhado do humorista.

Shaolin está em coma desde um acidente de carro que sofreu em janeiro de 2011 na BR-230, na região de Mutirão, em Campina Grande, na Paraíba. O comediante dirigia no sentido São José da Mata quando um caminhão, que vinha na faixa oposta, bateu contra o veículo dele. O processo sobre a responsabilidade do acidente ainda está sendo julgado.

O humorista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Regional de Campina Grande. Em seguida, foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a alguns procedimentos cirúrgicos e chegou a ficar internado por cinco meses na UTI. Após receber alta em São Paulo, Shaolin foi novamente levado para sua casa, em Campina Grande, onde se recupera.

Uma equipe de mais de 10 profissionais, entre neurologistas, neuropsicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, ortopedistas e nutricionistas. A esposa de Shaolin, Laudiceia Veloso, não sai de perto dele.

Do NE 10/PB | Imagem: Reprodução/ Internet

0 comentários:

Postar um comentário

leia também