Falta de transparência do 'poder da chave' deixa o público com pé atrás

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Nicole Bahls e Gretchen, com seus barracos, birras e mau humor, já asseguram para “A Fazenda 5” um lugar de honra na galeria dos melhores reality shows feitos no Brasil. Mas a falta de transparência da tal “poder da chave” está comprometendo o programa.

Como já notaram muitos espectadores, ao não informar ao público previamente qual é o poder que está em jogo na “prova da chave”, a direção deixa no ar a possibilidade de que a definição possa ser alterada em função das circunstâncias do jogo, segundo interesses de ocasião.

Em outras palavras, como ninguém sabe qual é o “poder da chave” em disputa, em tese, a direção pode escolher qual é a prenda ou tarefa de acordo com a pessoa vencedora ou em função de quem foram os perdedores.

Esta semana, por exemplo, a definição de que os candidatos com pior tempo na prova inicial iriam para o celeiro só foi anunciada depois que todos já conheciam o resultado – a saber: Nicole, Vivi, Gretchen e Ângela foram as últimas colocadas.

Para completar, ao abrir o primeiro envelope, Rodrigo leu que as pessoas enviadas ao celeiro, justamente, estavam imunes e não podiam ser votadas.

Para os jogadores e para o público, foi uma enorme surpresa, já que Gretchen era candidata certa a ser indicada e Nicole iria receber alguns votos.

Surpresas são muito bem-vindas em programas deste tipo, mas é ruim ficar no ar a dúvida de que as decisões que orientam estas atividades possam ser determinadas por conta do desenrolar do jogo, e não por regras estabelecidas de antemão.

Correção: Diferentemente do que escrevi, não foi a definição, mas o anúncio dos nomes dos quatro últimos colocados na primeira etapa da prova da chave que só ocorreu depois que se soube do resultado final da prova vencida por Rodrigo Capella.

Do UOL Televisão | Imagem: Reprodução TV Record

0 comentários:

Postar um comentário

leia também