"Pânico" e toda a Band não poderão mais se aproximar de Silvio Santos

sábado, 2 de junho de 2012

Os integrantes do "Pânico na Band" acabaram de ter sua primeira derrota judicial após se transferirem para a Band. Além de prejuízo para o próprio humorístico, toda a Band está sendo afetada a partir de agora.

Por meio de uma decisão judicial tomada pelo desembargador Vito Guglielmi, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, nenhum dos integrantes do "Pânico" poderá se aproximar de Silvio Santos. A distância máxima de aproximação é de 100m. Além disso, também ficou vedada a imitação do dono do Baú, que já foi um dos carros-chefes do programa com a interpretação de Wellington Muniz, o Ceará.

A decisão da Justiça ainda se estende à toda a Band, que está proibida de "perseguição, do cerco e do constrangimento à participação [de Silvio Santos] em seus programas". Todas as características do apresentador, como as referentes às caricaturas, e a captura, utilização e exibição de imagens também foram proibidas sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

A principal motivação que teria feito Silvio Santos a iniciar uma demanda contra o "Pânico na Band" teria sido um aborrecimento com uma dublagem feita. O programa colocou na boca de Silvio um palavrão que ele não teria dito.

As relações entre Silvio Santos e a turma do "Pânico" não anda bem desde a transferência para a Band, em fevereiro deste ano. A alta cúpula do SBT demonstrou surpresa e descontentamento ao saberem da mudança, afinal sempre foi um desejo do canal contar com os humoristas em sua grade.

Alguns rumores indicaram que o crescimento da audiência do "Pânico" na nova emissora também teriam irritado Silvio, que é concorrente direto.

Antes mesmo de ter movido esta ação judicial contra o "Pânico", Silvio Santos já demonstrou publicamente que não estava de bem com os humoristas.

Nos programas dos dias 6 e 13 de maio, Rodrigo Scarpa tentou abordar Silvio Santos na entrada do Jassa, salão de cabeleireiros que o empresário frequenta há muitos anos. Silvio não deu atenção e fez um gesto que foi interpretado como um palavrão.

Recurso

A ação judicial movida por Silvio Santos contra o "Pânico" ainda cabe recurso, afinal está no Tribunal de Justiça.

A decisão, por sua vez, só está tendo este efeito graças a um recurso impetrado pelos advogados de Silvio. Na primeira instância judicial, o empresário foi derrotado sob o argumento de que a liminar iria ferir a liberdade de imprensa. No TJ, por sua vez, o entendimento do desembargador é que houve abuso por parte do humorístico.

Do Na Telinha | Imagem: Reprodução

0 comentários:

Postar um comentário

leia também