Globo usa final da Champions para tentar blindar clubes contra Record

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Segundo dirigentes paulistas ouvidos pelo blog, a sombra da Record foi o principal motivo que levou a Globo a convidar um grupo de cartolas para assistir à final da Champions League na Alemanha.

A concorrente está revigorada com a troca de poder na CBF. José Maria Marin já fez gestos simpáticos para a Record. Um dos pontos de preocupação é o Campeonato Paulista. Isso porque Marin é afinado com Juvenal Juvêncio.

O são-paulino flertou com a Record na última renovação do contrato de transmissão do Paulista e arrancou um caminhão de dinheiro da Globo.

Juvenal, não foi para a Alemanha com a Globo. Segundo o presidente do São Paulo, ele foi convidado há dois meses, mas não pode ir por causa de compromissos relacionados ao clube.

Outra ausência foi a de Mário Gobbi, que se juntaria ao grupo depois de Vasco x Corinthians, mas desistiu, por causa de uma gripe.

O presidente corintiano é peça importante nesse quebra-cabeça. Como aconteceu na última renovação dos direitos de transmissão do Brasileiro, Corinthians e Flamengo servem de imã para arrastar os demais clubes.

Além do risco Record, um influente cartola paulista afirmou ao blog que a Globo pretende costurar com os clubes um pedido de mudança no Campeonato Paulista. Preocupada com as baixas audiências no último Estadual, ela está interessada em encontrar um novo formato, mais atraente. A redução no número de participantes é uma das propostas.

Em termos nacionais, a próxima disputa contratual deve ser pela Copa do Brasil. Antes de sair da CBF, Ricardo Teixeira negociou os direitos do torneio com a empresa do flamenguista Kléber Leite. As emissoras terão que negociar com ele, o que torna ainda mais importante o papel do Corinthians. Andrés Sanchez é chapa de Kléber, que comprou os direitos da Copa do Brasil de 2015 a 2022.

Mas a Globo tem dúvidas sobre até que ponto vai a influência do ex-presidente no Parque São Jorge. Por isso, ter bom relacionamento com Andrés não basta. Ela precisa se aproximar de Gobbi, o que seria feito durante a decisão da Champions.

Procurado pelo blog, Marcelo Campos Pinto, executivo da emissora, disse em dois telefonemas que estava em reunião e que não poderia falar.

Apesar de não ser época de renovação de contratos, a Globo costuma preparar o terreno com antecedência.

Do Blog do Perrone | Imagem: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário

leia também