Record passa a transmitir em alta definição também em parabólicas

quinta-feira, 15 de março de 2012

Depois de um mês realizando testes, a Record começou ontem a transmitir toda a sua programação em alta definição (HD) para as cerca de 20 milhões de antenas parabólicas do país.

Para acessar a Record HD, o telespectador precisa ter um receptor digital ou híbrido de analógico com digital. A antena parabólica continua sendo a mesma.

A programação disponível em HD nas parabólicas é a mesma de São Paulo. Durante o horário de verão, haverá atrasos em alguns programas.

Segundo José Marcelo Amaral, diretor de engenharia da Record, 95% da programação da emissora já é produzida e distribuída em alta definição. Neste mês, O Melhor do Brasil, Tudo É Possível e Programa do Gugu passaram a ser em HD. Apenas o Legendários ainda não migrou para a alta definição.

Isso justifica a distribuição do sinal HD da Record nas parabólicas, embora o número de usuários desse com conversores digitais ainda seja pequeno.

Mas há também uma questão estratégica, já que a abertura do sinal HD nas parabólicas, em tese, amplia a TV digital para todo o território nacional.

"A gente tem que acelerar a migração da TV analógica para a digital", diz Amaral, ressaltando a qualidade muito superior da nova tecnologia.

SBT, Band e Rede TV! já têm seus sinais em alta definição disponíveis para usuários de antenas parabólicas. A Globo usa um sistema fechado, em que abre o sinal HD em parabólicas apenas em algumas cidades.

Do Blog de Daniel Castro | Imagem: Internet

0 comentários:

Postar um comentário

leia também