“Amor Eterno Amor”, próxima novela das seis na Globo, conta a história de menino sequestrado aos 3 anos

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

"Amor Eterno Amor", próxima novela das seis da Rede Globo, tem estreia prevista para o mês de março. Na trama, Carlos (Caio Manhente/Gabriel Braga Nunes) procura seu amor de infância, a menina Elisa (Júlia Gomes). E Verbena Borges (Ana Lúcia Torre) tem como objetivo encontrar pistas que possam levá-la a seu filho, Rodrigo, desaparecido há quase 30 anos.

Rodrigo sumiu misteriosamente, aos 3 anos, enquanto brincava em uma pracinha. Ele cresceu na pequena Arraial de Fora, em Minas Gerais, sem saber sobre sua verdadeira origem. O menino recebeu o nome de Carlos e foi criado como filho legítimo de Angélica (Denise Weinberg), que até a morte lutou para livrá-lo dos maus tratos do padrasto Virgílio (Osmar Prado).

Carlos possui dons especiais; ele acalma qualquer animal somente com seu olhar e por isso foi explorado pelo padrasto como uma grande atração para os circos que passavam pela cidade. Carlos (Caio Manhente) passou a ser conhecido como “o menino domador de feras”. Depois da morte de sua mãe Angélica, Carlos foge e vai para a Ilha de Marajó, na pequenina Vila dos Milagres, no Pará.

Enquanto isso, no Rio de Janeiro, Verbena (Ana Lúcia Torre) descobre estar no fim da vida e faz um apelo nacional para reencontrar o filho. As pistas levam a Carlos/Rodrigo a Vila dos Milagres. Quem parte em busca da verdade sobre o menino desaparecido é a jornalista Miriam (Letícia Persiles). Já no primeiro encontro, o peão e a repórter acabam se apaixonando.
Melissa (Cassia Kiss Magro) é a grande vilã da trama ao lado do filho Fernando (Carmo Dalla Vecchia). Melissa tenta fazer com que Verbena deixe sua herança para Fernando e esqueça de Rodrigo.

"Amor Eterno Amor" é escrita por Elizabeth Jhin e tem direção de núcleo de Rogério Gomes.

Do UOL Entretenimento | Imagem: Divulgação / TV Globo

0 comentários:

Postar um comentário

leia também