Sem "Brasileirão", Globo marca a pior média de sua história

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A Globo marcou a pior audiência de sua história. Domingo (11), sem futebol, a emissora amargou a média/dia (das 7h à meia-noite) de 10,4 pontos, com 26% de share (participação no total de televisores ligados). Foi o pior índice de todos os tempos. Em janeiro deste ano, a rede já tinha alcançado a média de 11 pontos, sua pior audiência até então.

Cada ponto equivale a 58 mil domicílios na Grande SP.

Para se ter uma ideia do estrago que o fim do Campeonato Brasileiro fez na grade de domingo da Globo, a emissora registrou no domingo passado (4), com a final do "Brasileirão", média/dia de 16,1 pontos e 36% de share. Com a relação à ontem, a emissora perdeu cerca de 35% de audiência.

A Record marcou no domingo (11) média de 7,8 pontos, com 20% de share e o SBT, de 6,9 pontos, com 17% de share. Nunca a distância entre as três emissoras foi tão pequena.

Sem futebol, Gugu bate Faustão

Não é só seu marido que não consegue viver sem futebol. A Globo também não. No primeiro domingo (11) sem jogos do "Brasileirão" a média da emissora despencou.

O efeito disso: Gugu conseguiu vencer Faustão. O que não ocorria há tempos. Ontem, o "Programa do Gugu" (Record) registrou média de 11 pontos de audiência ante 10 pontos do "Domingão do Faustão" (Globo). Foi uma das piores médias da história da atração de Fausto Silva. Cada ponto equivale a 58 mil domicílios na Grande SP.

No domingo, durante todo o horário de confronto de Gugu e Fausto, a Record esteve na frente. O "Domingão" chegou a marcar apenas sete pontos de audiência durante um novo quadro de pegadinhas.

Da Coluna Outro Canal | Imagem: Internet

0 comentários:

Postar um comentário

leia também