Record entra na briga de Macedo e ataca igrejas neopentecostais

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O programa "Domingo Espetacular", da Record, entrou ontem na "guerra" declarada por seu proprietário, Edir Macedo, às novas correntes pentecostais. O ataque foi contra as igrejas e congregações que admitem ou pregam o chamado "cair no espírito".

Trata-se de uma prática em que o pastor ou líder religioso toca o corpo do fiel, e este tem uma espécie de "desmaio", que é chamado também de "Desmaio do Espírito Santo". A prática já fora atacada diretamente por Macedo em um programa da IurdTV em setembro. Na época, o alvo foi a cantora Ana Paula Valadão, da banda gospel Diante do Trono.

O bispo se referia ao encontro da banda e da vocalista com um pastor, no qual a cantora desmaiou após ter sua cabeça tocada pelo religioso. Comandada por Romualdo Panceiro, considerado por Macedo como seu herdeiro espiritual, Ana Paula virou alvo de chacota nos programas da IurdTV

A reportagem de ontem do "DE" durou cerca de 40 minutos. A Record infiltrou produtores e repórteres com câmeras escondidas em cultos. Um dos produtores da emissora foi tocado por um pastor "do desmaio" por vários minutos, mas o produtor não desmaiou. O pastor desistiu.

"Comandados por um líder religioso, os fiéis ficam imóveis, caem e se debatem, em transe, no chão; muitas vezes, todos ao mesmo tempo. O "Domingo Espetacular" investigou o fenômeno e entrevistou ex-fieis, psicólogos e neurologistas", disse a locução do "Domingo Espetacular" na abertura da reportagem.

A reportagem revoltou outros líderes religiosos, inclusive aqueles que não professam a prática do "cair no espírito", como Silas Malafaia. A ira se propagou pela internet. A hashtag #vergonharecord chegou ao ranking de mais postadas (trend topics).

Diferentemente do que o bispo Macedo e a produção do programa afirmam, não são apenas evangélicos que praticam o "cair no espírito". Há padres que têm feito o mesmo em igrejas católicas.

Motivos

A pergunta é: por que Macedo iniciou a briga com outros evangélicos? Uma das hipóteses é que ele teme que essas correntes e linhas tirem ainda mais fiéis da Igreja Universal.

Bandas como Diante do Trono e outras de estilo gospel, que comandam núcleos e congregações, já vinham sendo alvo de Macedo, que as vê como ameaça ao seu "rebanho". A expansão de mais uma denominação, a do "desmaio no espírito", pode ter agravado esse temor. Daí o ataque na forma de jornalismo.

Da coluna de Ricardo Feltrin / F5 | Imagem: Rafael Andrade / Folhapress

0 comentários:

Postar um comentário

leia também