Sem direitos, Globo reduz cobertura dos Jogos Pan-americanos

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A título de curiosidade, sem os direitos de transmissão dos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, que pertencem com exclusividade à Record, a Globo reduziu drasticamente a sua cobertura do evento.

No primeiro dia de competição, no último sábado (15), a emissora carioca destinou apenas 28 segundos em seus jornalísticos para falar sobre o Pan.

Já no primeiro dia dos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, que aconteceu no dia 13 de julho de 2007, a Globo, que na ocasião era dona dos direitos, abordou o evento em todos os seus noticiários.

Somadas, as notícias sobre o Pan do Rio no dia chegaram a 1 hora e 38 minutos na emissora.

Os números são do Controle da Concorrência, empresa que monitora inserções comerciais para o mercado.

Em tempo

A Record se vê pressionada por atletas e patrocinadores por atingir uma audiência mais baixa que a Globo nas transmissões.

Segundo o colunista do UOL, Maurício Stycer, todos precisam aparecer para valorizar suas marcas. Comparando com a Globo, a exposição de atletas na Record é menor.

Sem se identificar, esportistas já reclamam da situação. “A gente fala com o patrocinador e eles dizem que sem a Globo é complicado. A gente fala com a Record para fazerem matéria com a gente e eles dizem que não tem recursos...”, disse um atleta presente em Guadalajara.

O superintendente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Marcus Vinícius Freire, deu sua opinião sobre o fato: “Não considero prejudicial (a exclusividade da Record). Faz parte do mercado ter mais players no negócio. Depois, temos de procurar os caminhos. Em todo problema, você arruma uma oportunidade”.

Além desse entrave, a Record reclama que a Globo pirateou imagens da competição, exibindo trechos sem o selo da emissora.

A Record diz que, seguindo regras internacionais, enviou a vários canais um termo disponibilizando dois minutos diários do Pan.

SBT, Rede TV!, TV Cultura, TV Brasil, TV Gazeta, Bandsports, Bandnews, ESPN e Esporte Interativo assinaram o documento, solicitando as imagens. Sportv e Band não responderam o convite. Já a Globo retornou dizendo que não tinha interesse.

A Globo afirmou que usou alguns segundos de imagens da agência de notícias APTN, de quem é cliente.

Já na última terça (18), a emissora enviou ao UOL Esporte cópias de documentos que indicariam ter seguido as recomendações da agência de notícias. “Agimos dentro da legalidade”, disse. E finalizou: “este assunto, para nós, está encerrado”.

Do Na Telinha | Imagem: Divulgação Rede Record

0 comentários:

Postar um comentário

leia também