"Os protagonistas são inspirados em pessoas da vida real", diz autora da nova "Malhação"

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Paranormalidade, intuição, astrologia e mistério. A partir do próximo dia 29, não vão faltar assuntos ligados a esse universo místico na nova temporada de "Malhação". Escrita por Ingrid Zavarezzi, a nova fase da novelinha da Globo vai manter a mesma juventude atemporal a que está acostumada a abordar. A dose de fantasia é que será o principal diferencial. "Os protagonistas são inspirados em pessoas da vida real. O público com certeza conhece alguém parecido com algum deles", adianta Ingrid, que conta com uma parceria especial na hora de escrever a trama. Ela é casada com o diretor da história, Ajax Camacho. "É um encontro cósmico. Não existe coincidência. Está tudo conectado", explica Ajax.

E conectados também estão todos os personagens da trama. Desta vez, a história terá novos ambientes, todos localizados no Rio de Janeiro. A cidade vai servir de cenário para contar os conflitos dos quatro protagonistas: a estudante de psicologia Cristal (Thaís Melchior), o estudante Betão (Lucas Cordeiro), o estudante de história Gabriel (Caio Paduan) e a estudante de belas artes e fotografia Alexia (Beatriz Arantes). "Minha personagem tem pesadelos com o namorado que morreu e o número 1046 está sempre presente nesses sonhos", conta Beatriz Arantes.

O namorado morto na história em um acidente de moto é Douglas (Pierre Baiteli). E o mistério da trama vai girar em torno do personagem, cujo corpo nunca foi encontrado. "Existe um mistério que não pode ser revelado", conta Pierre, que na história é filho de Laura (Letícia Spiller), que também é mãe de Débora (Juliana Lohmann). "Minha personagem é de uma densidade e de uma dramaticidade que nunca vivi antes na TV", explica Letícia Spiller.

Além de Letícia, outros atores veteranos vão estar na nova temporada de "Malhação", entre eles Kadu Moliterno, Virginia Cavendish, Jackson Antunes e Soraya Ravenle. "Estou trabalhando com um dream team, a equipe é genial", elogia Ingrid Zavarezzi, explicando o que o público pode esperar da produção. "Quero tratar da conexão entre realidades diferentes. Alguém que tem alguma deficiência com alguém que não tem. E mostrar como a tecnologia pode ajudar essas pessoas a superar as dificuldades".

O diretor geral da trama, Mário Márcio Bandarra, também está apostando na nova fase da novelinha global. "É uma trama com características muito fortes", diz ele, acrescentando que o tema místico tem tudo para cair no gosto do público. "Vamos contar a história em cima de um assunto que fará as pessoas pensarem", conta, fazendo mistério.

Do UOL Televisão | Imagem: AgNews

0 comentários:

Postar um comentário

leia também