Cissa Guimarães posa para capa de revista e fala sobre a morte do filho

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Cissa Guimarães ilustra a capa da revista "Contigo!" e contou à publicação sobre como está lidando com a precoce morte do filho Rafael Mascarenhas.

"Estou aprendendo a ter uma compreensão do que é a morte. Nós, ocidentais, somos pessimamente educados para isso. Além da compreensão emocional e espiritual, a gente não sabe lidar com coisas pragmáticas como entrar no quarto do seu filho, o que fazer com as coisas dele ou se volta a trabalhar", disse a atriz que posou para revista no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, ao lado de uma palmeira onde depositou as cinzas do filho.

Cissa encontrou no trabalho - ela está em cartaz com a peça "Doidas e Santas" - força para seguir em frente e lutar por justiça, mas conta que sofreu preconceito por retornar ao batente tão cedo.

"Para a peça, preciso fazer exercícios aeróbicos. Então, após dois meses da passagem do Rafa, voltei à academia. Meu Deus do Céu, juro, tive vontade de sair correndo. É uma minoria, mas algumas pessoas olhavam e falavam: 'Como pode? Já voltou?'. E eu mesma me sentia culpada. Pensava: 'como não estou em casa trancada e estou aqui numa esteira correndo?' Tive de trabalhar muito isso na terapia do luto", contou a atriz.

Cissa foi escalada para participar da próxima novela das 19h, "Morde Assopra", e revelou que chegou a negar o convite por medo. “Quando o Walcyr Carrasco me chamou, eu disse não. Tinha medo. Não tinha condições emocionais e físicas porque há dias em que eu... (silêncio). Dizia para mim: não posso fazer as duas coisas, não tenho condições.Mas como foi o trabalho que foi me colocando no eixo, decidi aceitar”, disse.

Texto e imagem: Ego

0 comentários:

Postar um comentário

leia também